Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Marabá Industrial realiza roda de conversa com o tema “A vida como ela é”

  • Publicado: Quarta, 23 de Maio de 2018, 08h00
  • Última atualização em Quinta, 24 de Maio de 2018, 08h43
  • Acessos: 181

Marabá Industrial realiza roda de conversa sobre o tema “A vida como ela é”


Nesta quarta-feira,23, às 14h, na biblioteca do Campus Marabá Industrial, o professor João Sousa, da disciplina de Filosofia, promoveu uma roda de conversa com o tema “A vida como ela é” relacionado com os assuntos tratados em sala de aula “O sentido da Existência” e “A felicidade”.

O objetivo do encontro foi fazer com que os estudantes refletissem sobre essas questões e pudessem compartilhar, também, seus pontos de vista sobre esses temas que norteiam a vida humana. Os alunos Julia Maria e Marcos Almandes fizeram uma apresentação musical para animar a programação.

“O encontro foi bem sucedido e o resultado foi alcançado, queríamos que os estudantes fossem provocados sobre essas questões e participassem das discussões, falassem sobre o assunto em diferentes pontos de vista, esse é o papel da Filosofia, fazer refletir. Fiquei muito feliz com a participação dos alunos e como conseguiram dialogar com o escritor Ademir”, destacou o professor de Filosofia João Sousa.

Para conversar com os alunos sobre essa temática o professor João convidou o escritor marabaense Ademir Braz. O escritor falou sobre sua vida, carreira e dos desafios enfrentados para conquistar seus objetivos. “É bom conversar com os jovens sobre esses assuntos, poder contribuir de alguma forma e passar um pouco da minha experiência de vida”, enfatizou Ademir.

Além de escritor, Ademir é jornalista, poeta e advogado. Entre suas principais obras estão: “Esta terra”, pela Editora Neo-Gráfica, em 1981; “Antologia Tocantina”, em 1998; “Rebanho de pedras”, em 2003. Também já participou e foi destaque em várias feiras, congressos e festivais de livros e poesias.

“Foi algo muito motivador, fazendo com que a gente possa sair daqui e continuar nos perguntando sobre o que é felicidade? Se dar para viver sem ela? O que eu posso fazer para ser feliz? Eu pude entender que a felicidade depende de cada um, como encaramos a vida e aceitamos a opinião e as pessoas como elas são, principalmente, o que elas podem nos oferecer”, declarou a estudante Adria Michele, de 16 anos, 2º ano do curso de Eletromecânica.

      

      

 Ascom- Marabá Industrial

registrado em:
Fim do conteúdo da página